quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Sem Corcunda.

A hipercifose se caracteriza pelo posicionamento dos ombros, caídos para frente, “fechando” a caixa torácica. Mas é possível reverter o quadro com exercícios de pilates de níveis iniciantes e intermediários, se for postural.
É considerado hipercifose quando a cifose passa de 45 graus. Hipercifose (“corcunda”) normalmente acompanha algumas alterações posturais, como a cabeça anterizada, enrolamento dos ombros, encurtamento dos músculos peitorais, hipo ou hiperlordose lombar e abdome protuso (barriguinha).
No pilates é possível não só despertar a consciência corporal do praticante de maneira efetiva, mas também trabalhar os diferentes grupos musculares de forma equilibrada.
Dessa forma, o praticante levado a reconhecer seus padrões posturais indesejáveis e reeducar sua postura dia a dia, além de fortalecer e alongar a musculatura de todo o corpo. Um corpo equilibrado realiza movimentos de forma mais econômica, além de previnir desgastes indesejáveis nas articulações e futuras dores.
É importante, sempre que tivemos algum desvio de postura, trabalhar os problemas para não deixar que eles evoluam, contando sempre com a ajuda de um profissional competente para a realização de uma avaliação postural detalhada.
Reequilibrando a musculatura e postura dará o suporte necessário para manter a coluna ereta e sem sobrecargas, atingindo a tão desejada boa postura.

Fonte: Guia de pilates, por Christina Abrami.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Ganhe postura e condicionamento com Pilates




Foto: Pilates Sudio Fit


Exercício ajuda quem tem dores lombares e articulares.

    O Pilates se mantêm com grande visibilidade entre os adeptos das atividades físicas em função dos bons resultados que apresenta. Indicado até para aqueles que sintam dores lombar e articulares, a modalidade pode ser feita sem riscos de lesão na medida em que trabalha a postura, a respiração e o condicionamento físico em geral com total segurança.
   Um dos principais atrativos do Pilates é que ele pode ser praticado por qualquer pessoa. É indicado a partir dos oito anos de idade,   desde que a pessoa consiga ter o controle sobre a respiração e saiba contar, pois estas são habilidades necessárias para os exercícios.
    
Grau de dificuldade

    No Pilates existe em três diferentes graus de dificuldade: iniciante, intermediário e avançado. Claro que há exercícios que poucos alunos conseguem fazer, pois estes exigem um equilíbrio maior e também mais força muscular, e isso só se alcança com algum tempo de treinamento capaz de deixar o corpo do aluno mais estruturado para tarefas mais desafiadoras. O Pilates possui etapas e você nunca vai poder montar uma aula avançada para um aluno iniciante.
    Em função destes ‘degraus’ de aprendizagem, a modalidade oferece uma segunda característica bem própria: as aulas são totalmente individualizadas. Desta forma, diferente do que se observa em academias de musculação nas quais um único instrutor dá suporte a vários alunos, durante uma aula de Pilates dificilmente será visto mais de quatro pessoas sob a orientação de um único professor. Em casos nos quais a turma esteja bem adiantada, é possível colocar no máximo quatro alunos por horário. Isto acontece porque o professor precisa estar sempre acompanhando diretamente os seus alunos, tanto que é comum ver que algumas turmas passam anos com um mesmo professor.
    Outra coisa que chama a atenção nesta atividade são os aparelhos utilizados durante as aulas. Os equipamentos foram criados pelo  próprio Joseph Pilates, especialmente para a modalidade. São aparelhos anatômicos, robustos e resistentes que suportam uma carga de peso muito alta. Como são fabricados de madeira maciça e aço inox, pode-se dizer que são feitos para a vida inteira.

Fonte: Verão infonet

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Estamos de volta!!!

Voltando das Férias!!! Essa semana volta todas as sessões ao normal.
Venha para que possamos cuidar da sua Saúde e Bem estar... 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...